Pin It

Para turbinar as vendas e passar credibilidade para possíveis patrocinadores, os organizadores da Feira do Síndico cometeram um pecado mortal. Divulgaram na programação oficial a presença do Secretário Estadual de Segurança, o General Richard Nunes. Só que cometeram um erro: o de não enviar a carta convite à secretaria.

O cerimonial do General ficou irritado ao verificar que seu nome havia sido incluído na programação de um evento comercial, sem a autorização prévia.

O nome do secretário foi retirado na semana do evento, após as vendas já terem sido realizadas. Ou seja, a feira não contará com a autoridade maior da segurança, conforme que havia sido prometido no site e nas redes sociais.

Não se pode nem dizer que ele teve um outro compromisso na data, já que confirmaram sua presença antes mesmo de consultá-lo.

Questionado sobre o fato, Gal. Richard levou o ocorrido na esportiva: “já estou até me acostumando, pois isso já tem acontecido algumas vezes".