Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Cláudia Raia

Maria Cláudia Motta Raia nasceu em Campinas-SP no dia 23 de dezembro de 1966 é uma atriz, dançarina e cantora brasileira. Seu primeiro trabalho profissional foi aos dez anos de idade, como manequim do costureiro Clodovil Hernandes. Aos onze anos fez um tratamento para controlar o excesso de crescimento; aos treze anos de idade já estava com 1,70 metro de altura, e isto a fazia se considerar "desengonçada".

Em 1984, posou pela primeira vez para a edição brasileira da revista masculina "Playboy" ainda com o nome de Maria Cláudia. Posou novamente em 1985 e 1986, já como Claudia Raia.

No início da carreira de bailarina, dançou profissionalmente nos Estados Unidos e na Argentina. Aos treze anos, ganhou uma bolsa para estudar balé em Nova York, onde ficou por quatro anos. Estreou aos dezessete anos na televisão brasileira como a personagem Carola, contracenando com o ator Jô Soares no quadro "Vamos Malhar" do programa Viva o Gordo, na Rede Globo.

Aos 15 anos de idade participou da versão brasileira do musical A Chorus Line, fazendo o papel de Sheila, uma personagem dezoito anos mais velha. Em 1984, posou pela primeira vez para a edição brasileira da revista masculina Playboy, ainda com o nome de Maria Cláudia. Posou novamente em 1985 e 1986, já como Cláudia Raia.

Em 1987, fez a feirante Tancinha da novela Sassaricando e depois em 1988, surpreendeu como a presidiária Tonhão, no quadro "As Presidiárias", no programa TV Pirata. O enorme sucesso das personagens lhe garantiu o reconhecimento como atriz.

Em 2002 interpretou a vilã Mina na novela O Beijo do Vampiro, quando estava grávida pela segunda vez da filha Sophia Motta Raia Celulari. O autor usou a gravidez da atriz e a inseriu na história de sua personagem. Mina daria à luz no capítulo 109, no ar em 30 de dezembro de 2002, uma segunda-feira. Cláudia, então, deixou a trama e teve Sofia no início de 2003. Depois retornou à novela só nos últimos capítulos para finalizar o desfecho da personagem Mina.

Claudia atuou como Donatella Fontini da telenovela A Favorita, uma mulher que é acusada de um crime que a sua ex-melhor amiga Flora (Patrícia Pillar) cometeu. Foi sua primeira protagonista no horário nobre. Seu sofrimento era tão grande na história que causou comoção nacional.

Em 2010, a atriz protagonizou a telenovela Ti Ti Ti como a madame Jaqueline, onde ganhou diversos prêmios de Melhor Atriz.

De 2012 a 2013 interpretou a vilã Lívia Marini, a antagonista central da novela Salve Jorge. Lívia é uma mulher sofisticada, estilosa e inteligente, acima de qualquer suspeita. O que fica na sombra é a atividade de agenciadora para tráfico de pessoas. Em 2014, interpreta a vidente charlatã Samantha, em Alto Astral.

Em 1984, começou a namorar o humorista e apresentador Jô Soares. O romance durou dois anos. Casou-se com o ator Alexandre Frota em dezembro de 1986 e com ele, permaneceu casada até 1989. Foi casada durante 17 anos com o também ator Edson Celulari, por quem se apaixonou durante as gravações da telenovela Deus nos Acuda, na qual faziam par romântico em 1992. No início do ano de 1997, com quatro anos de casamento, Edson e Claudia tiveram o filho Enzo Motta Raia Celulari. Em 2003, Claudia deu a luz à Sophia Motta Raia Celulari. Os dois anunciaram a separação no dia 26 de julho de 2010, de forma amigável. Em 2012, Cláudia anunciou seu namoro com o também ator Jarbas Homem de Mello.

Se em “Salve Jorge” (2012) Claudia Raia usava uma seringa para se livrar de seus desafetos como a bandida Lívia Marini, agora a atriz só terá uma arma na pele da vilã Samantha,em Alto astral”: o humor. Na próxima novela das sete, que estreou no dia 3, ela da vida a uma paranormal trambiqueira, que é capaz de todas as armações em busca do poder e da fama. — Samantha é uma louca adorável. Acho que é uma grande celebração pelos meus 30 anos de carreira. Ela é o melhor e o pior do ser humano. Posso dizer que é uma vilã às avessas, porque dá tudo errado para ela — conta Claudia
Na trama escrita por Daniel Ortiz, com supervisão de texto de Silvio de Abreu, Samantha perde os seus poderes mediúnicos ao usá-los para o seu próprio benefício. A médium tem seus 15 minutos de fama ao prever tragédias. A personagem chega a ser entrevistada por Jô Soares e Faustão, que fazem uma participação no folhetim. A sua ex-melhor amiga Flora (Patrícia Pillar) cometeu. Foi sua primeira protagonista no horário nobre. Seu sofrimento era tão grande na história que causou comoção nacional.

Em 2010, a atriz protagonizou a telenovela Ti Ti Ti como a madame Jaqueline, onde ganhou diversos prêmios de Melhor Atriz.

De 2012 a 2013 interpretou a vilã Lívia Marini, a antagonista central da novela Salve Jorge. Lívia é uma mulher sofisticada, estilosa e inteligente, acima de qualquer suspeita. O que fica na sombra é a atividade de agenciadora para tráfico de pessoas. Em 2014, interpreta a vidente charlatã Samantha, em Alto Astral.

Em 1984, começou a namorar o humorista e apresentador Jô Soares. O romance durou dois anos. Casou-se com o ator Alexandre Frota em dezembro de 1986 e com ele, permaneceu casada até 1989. Foi casada durante 17 anos com o também ator Edson Celulari, por quem se apaixonou durante as gravações da telenovela Deus nos Acuda, na qual faziam par romântico em 1992. No início do ano de 1997, com quatro anos de casamento, Edson e Claudia tiveram o filho Enzo Motta Raia Celulari. Em 2003, Claudia deu a luz à Sophia Motta Raia Celulari. Os dois anunciaram a separação no dia 26 de julho de 2010, de forma amigável. Em 2012, Cláudia anunciou seu namoro com o também ator Jarbas Homem de Mello.

Se em “Salve Jorge” (2012) Claudia Raia usava uma seringa para se livrar de seus desafetos como a bandida Lívia Marini, agora a atriz só terá uma arma na pele da vilã Samantha,em Alto astral”: o humor. Na próxima novela das sete, que estreou no dia 3, ela da vida a uma paranormal trambiqueira, que é capaz de todas as armações em busca do poder e da fama. — Samantha é uma louca adorável. Acho que é uma grande celebração pelos meus 30 anos de carreira. Ela é o melhor e o pior do ser humano. Posso dizer que é uma vilã às avessas, porque dá tudo errado para ela — conta Claudia
Na trama escrita por Daniel Ortiz, com supervisão de texto de Silvio de Abreu, Samantha perde os seus poderes mediúnicos ao usá-los para o seu próprio benefício. A médium tem seus 15 minutos de fama ao prever tragédias. A personagem chega a ser entrevistada por Jô Soares e Faustão, que fazem uma participação no folhetim.
Loura por conta da personagem, a atriz conta que não foi fácil mudar: — Quase pari uma outra pessoa. Fiquei horas achando que tinham estourado três ovos na minha cabeça, me assustando comigo mesma. Poderia ter dado tudo errado e ter ficado toda bege. Mas valeu o sacrifício. Além do visual, a artista conta que a inspiração para compor o novo papel partiu de um trabalho de observação que faz há anos: — Tenho várias referências que fazem parte da minha pesquisa de atriz. Acho que um bom ator vai roubando uma coisinha que vê ali e aqui.

Claudia adianta que a família tem tudo para ganhar uma nova artista: — Enzo está sendo preparado para ter uma profissão diferente, fazer faculdade. Não dá trabalho nenhum. Já Sophia é uma Claudinha (risos). Vaidosa total.
Além de simpatizante do Movimento Humanos Direitos, a atriz é budista.

Nome completo: Maria Cláudia Motta Raia
Nascimento: 23 de dezembro de 1966 (47 anos)
Signo: Capricórnio
Local: Campinas, São Paulo
Ocupação: atriz, dançarina,bailarina, cantora

Edição 302 – Novembro 2014