0
0
0
s2smodern

Em meio ao estresse do dia a dia, o shopping Barra Garden tem um projeto que promete deixar sua vida e sua rotina mais relaxantes. Há 12 anos, o estabelecimento oferece aulas de Yoga gratuitamente para os moradores da região.

A professora de yoga Taíse Coelho faz parte desses encontros há quatro anos. Para ela, o mais gratificante é ver a evolução dos alunos: "a pessoa passa a ter consciência das suas emoções e da qualidade de seus pensamentos; ela passa a transferir a prática e as técnicas que eu ensino durante as aulas para o dia a dia". Taíse também comentou sobre como a atividade ajuda no controle das reações emocionais que nós temos, como, por exemplo, a técnica da respiração e da concentração, que auxiliam muitas pessoas em momentos de crise.

 

Foto: Ilana Madeira

 

A assistente social Leila Muniz já faz Yoga há 22 anos e frequenta as aulas do Barra Garden há quatro: “quanto mais cedo a gente começa, melhor, porque a atividade ajuda a manter o equilíbrio e a preservar nossa serenidade interior”, explica. Avó de duas adolescentes, Leila ainda enfatiza que a prática é importante não só por conta dos exercícios, mas porque contribui para uma saúde mental: “a atividade tem que começar na infância para evitar estresse. Hoje em dia vemos muitos jovens com problemas de depressão e ansiedade – e a yoga ajudaria a evitar transtornos desse tipo”, opina.

Já o músico de apenas 31 anos Caio Corrêa acredita que a Yoga é um exercício tão válido quanto qualquer outro: “é uma atividade semelhante à academia, só que em vez de fazer musculação, eu cuido da mente. É tão válido quanto. Eu prezo mais pela consciência corporal e pelo equilíbrio do que pela força. Na Yoga dá para focar em cada movimento, prestar atenção na respiração, analisar nossa saúde mental”, compara.

Morador da Barra há apenas 20 dias, Caio observa que o fato de ser um dos únicos dois homens presentes em um mar de 60 mulheres não o assusta: “acredito que ajuda até mesmo a quebrar preconceitos. Se algum homem de fora tiver vontade de fazer, posso incentivá-lo só porque hoje eu estou aqui no meio”, explica. A juventude, da mesma forma, não parece afugentá-lo: “percebo que o maior público é de senhoras, mas acredito que seja pelo horário. A maior parte das pessoas trabalha às 10h da manhã. A Yoga não tem idade”.  

As aulas de yoga acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 10h. Para participar, basta levar 1kg de alimento não perecível por semana. As arrecadações são doadas para a "Creche Comunitária Anjinho Feliz", que fica localizada na Cidade Nova, na Zona Central do Rio de Janeiro.