Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Na manhã desta segunda-feira (17) o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou as primeiras mil pistolas de eletrochoque para os guardas municipais. Os agentes passam a utilizar o novo instrumento de menor potencial ofensivo como mais um item de segurança para as ações nas ruas.

É o primeiro investimento da Prefeitura do Rio com recursos do Fundo Especial de Ordem Pública (Feop), criado ano passado, que prevê a modernização e a capacitação da Guarda Municipal. Outras mil armas serão compradas no ano que vem (2019).

A pistola, modelo Spark Z 2.0, dispara dois dardos capazes de neutralizar a pessoa, sem causar lesão permanente ou morte. Há um sistema de ejeção de cartucho ambidestro, lanterna de led para uso em operação noturna e conexão wi-fi, possibilitando a transmissão de dados sem uso de cabo entre a arma e o datakit, que pode coletar informações de 100 unidades de uma só vez. Essa transmissão é feita para saber quando e quem efetuou o disparo da pistola.