Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

A Superintendência da Barra da Tijuca, Recreio e Vargens vem recebendo algumas denúncias sobre a desordem urbana que vem afetando essas regiões. Por conta do contingenciamento, soluções criativas devem ser criadas e executadas para que as intervenções personalizadas e pontuais nos focos das desordens sejam eficiente e acabem com esse problema.

As personalizações das ações visam otimizar os recursos operacionais e logísticos e contam com a parceria dos Órgãos que atuam diretamente no ordenamento do espaço público com um olhar voltado para as boas práticas e o convívio harmonioso na utilização dos espaços e serviços públicos.

Foi realizada uma Operação de Ordenamento do Espaço Público e garantia da urbanidade na Praça Agapanto, sendo envolvidos os órgãos parceiros:

• CCU Fiscalização e Ordenamento Urbano quanto a utilização indevida do espaço público;
• PMERJ/31º BPM proporcionar a sensação de segurança aos órgãos públicos para o desenvolvimento da operação;
• GM-RIO/ GEP/ GET proporcionar segurança aos agentes públicos no desenvolvimento das suas funções;
• GM-RIO/ GET Fiscalização viária conforme o Código Brasileiro de Trânsito.
• GM-Rio/ GGM Intervenção com Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas focadas na prevenção primária da Violência.

A Operação Vargens Legal tem por objetivo realizar um conjunto de intervenções integradas, atuando pontualmente em horários e locais previamente mapeados com intuito de coibir a desordem urbana e promover as boas práticas e a urbanidade no dia a dia, propiciando a maior utilização dos equipamentos pelos moradores locais.

Segue abaixo o extrato da Operação da ação de Ordenamento Urbano na Praça Agapanto :

• Inflação de transito 06;

• Remoção de veículo 02 motocicletas recolhidas ao depósito público.

O 31° BPM e a Guarda Municipal auxiliaram na operação.