0
0
0
s2sdefault

 O deputado Jorge Picciani (PMDB) foi levado por agentes para prestar depoimento na sede da Polícia Federal. O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) chegou ao Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira, dia 14.

O deputado é alvo da Operação Cadeia Velha que, além de ter Picciani como alvo, também prendeu  seu filho, Felipe Picciani, que tinha acabado de deixar o pai no aeroporto de Uberlândia, em Minas Gerais, no início desta manhã.

 O empresário Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira, ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), também foram presos na mesma operação.

 Jorge Picciani é presidente da Alerj desde 2003 e é suspeito de receber propina da Fetranspor, em um esquema de corrupção no setor que envolveria políticos. Ele já tinha sido levado para prestar depoimento à PF em março, na Operação Quinto do Ouro, que prendeu 5 dos 7 conselheiros do Tribunal de Contas do Rio.