Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Uma das principais vias expressas do Rio de Janeiro foi fechada na manhã desta quarta-feira, dia 31, por conta de tiroteios. Pela segunda vez em menos de uma semana, moradores da Cidade de Deus e frequentadores da Linha Amarela sofreram com ações entre policiais e traficantes da comunidade.

Desta vez três suspeitos morreram e, de acordo com a PM, um deles era Rodolfo Pereira da Silva, vulgo Rodolfinho, apontado como um dos chefes do tráfico de drogas na região. Além disso, mais duas pessoas foram presas. Segundo o Major Ivan Blaz, porta-voz da PM, 120 homens estão no local, dando apoio às ações para liberação da Linha Amarela.

No último dia 24, a via ficou interditada por confrontos entre Policiais do Batalhão de Choque, da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e do 2º Comando de Policiamento de Área (CPA) com traficantes.