0
0
0
s2smodern

A Tegra Incorporadora Rio de Janeiro realizará a terceira edição do ciclo de encontros do seu projeto de fomento à inovação e ao empreendedorismo no Centro Metropolitano. No próximo dia 14 de setembro, Camila Farani, co-fundadora do MIA (Mulheres Investidoras Anjo), conselheira da Gávea Angels e investidora do Shark Tank Brasil,  reunirá pela primeira vez quatro lideranças femininas do empreendedorismo carioca.

As líderes serão Cátia Tokoro, líder do no Rio do Grupo Mulheres do Brasil, Lindália Junqueira, idealizadora e organizadora do Hacking.Rio, e Andréa Carvalho, embaixadora da Rede Mulher Empreendedora. O evento gratuito faz parte do ciclo de palestras que terá um total de quatro encontros até dezembro deste ano.

O público desta edição terá a oportunidade de assistir as mulheres mais influentes do empreendedorismo da cidade discutindo inovação, negócios e empreendedorismo no Rio de Janeiro. Para finalizar o evento, será exibido ao vivo o episódio inédito do “Shark Tank Brasil”, no qual a "tubarão" carioca, Camila Farani, comentará os motivos que a levaram a apostar ou não determinado projeto apresentado no programa.

Os interessados em participar gratuitamente deverão preencher um formulário eletrônico e levar 1kg de alimento não perecível (que será doado para uma instituição de caridade). Sujeito à lotação, o evento acontece das 19h30 às 23h no bloco 2 do Complexo Empresarial Worldwide Offices, localizado na Avenida Abelardo Bueno, 600 - Barra da Tijuca (em frente ao BRT Centro Metropolitano).

Este ciclo marca também o primeiro ano de atividade do Tegra Hub, o coworking criado pela Tegra Incorporadora que visa valorizar a região do Centro Metropolitano, promover ambientes e eventos para a troca de ideias e experiências, além de fomentar o surgimento de novos negócios. O espaço abriga atualmente 13 empresas no momento dos mais diversos segmentos. Além disso, registra 89% das suas estações de trabalho ocupadas e 100% das salas privativas.

Para atender a crescente demanda de empreendedores por espaços, o Tegra Hub avalia ampliar seu espaço a fim de abrigar pelo menos cinco novas empresas e aumentar para cinco o número de salas privativas.