0
0
0
s2sdefault

 Um grupo de quatro pessoas resolveu investir na ideia e os resultados não poderiam ser melhores; a casa chegou a receber 12 convidados comemorando aniversário em uma só noite. Para matar a curiosidade e mostrar que o bar é um dos locais atuais que devem ser visitados na Barra, batemos um papo com Bernardo Santos, um dos sócios da casa.

 

 Jornal da Barra: Como surgiu a ideia de fazer dois lugares em um, o restaurante e o bar?

 Bernardo: Nós começamos com a ideia do bar. Queríamos uma coisa meio bar, meio galeria de arte, meio antiquário... Uma coisa que unisse os gostos do quatro sócios. Eu e Giuliano, um dos sócios, começamos a pensar que se fosse só bar ficaria fechado durante  o dia, só poderíamos abrir a noite, e havia uma carência na área de almoço executivo. Daí decidimos também suprir esse vácuo para a galera que trabalha por aqui e não tem onde comer.

 Jornal da Barra: Como você define os pratos do Grid?

 Bernardo: Nossa proposta é ter um buffet mais seleto, menor, com cara de comida caseira. Todo o dia nós mudamos o cardápio, então é sempre uma coisa nova. Usamos o Instagram para postar as fotos da comida do dia.

 Jornal da Barra: Qual é o prato destaque de vocês

 Bernardo: Nosso foco são os mini hambúrgueres. Nós temos um combo que vem com todos os sabores para experimentar.

 Jornal da Barra: Por que vocês decidiram fazer o Grid na Barra?

 Bernardo: Um dos sócios tem um antiquário e achou esse lugar na Barra, e achou ideal. Meu pai, também um dos sócios, concordou que seria um bom local para trabalharmos. A Olegário é o foco do segmento, então queríamos fazer algo diferente aqui. A integração na Barra aumentou bastante; agora com metrô e tudo mais.

 Jornal da Barra: Além de ser um bar e restaurante, o que faz o Grid ser um bar diferente dos outros bares pela região?

 Bernardo: Acho que justamente a privacidade. Você pode chegar aqui com poucos amigos e você não corre risco de ter um público completamente discrepante. O público é da casa, e acho isso mais intimista. Os donos também estão sempre aqui, então quando nossos fregueses vêm três vezes, eles já nos conhecem.

 Jornal da Barra: Como é a agenda do bar?

 Bernardo: Quintas-feiras nós temos show de classic rock, totalmente internacional, voltado para o rock clássico. O repertório é um som acústico, mais tranquilo. Eles tocam clássicos como Pearl Jam, Pink Floyd e bandas do segmento. E nas sextas-feiras nós temos um evento chamado Jam no Grid, que são uns amigos nossos que tocam baixo e um sample que faz a parte de bateria e repercussão. E nós trocamos a parte harmônica. Tem semana que é guitarra, piano, violão, sax... E fica sempre nisso. Existe um ensaio, mas não um show fixo. É um jam mesmo, eles sempre tocam coisas diferentes. Por enquanto essa é nossa agenda, mas pretendemos fazer mais coisas.

Jornal da Barra: Algum convite para nossos leitores que ainda não conheçam o Grid FoodBar?

 Bernardo: Venham, venham! Experimentem as comidas. Se você é vegetariano ou veggano, nós temos opções para você. Se você quer comer muito, acabamos de incluir um hambúrguer monstruoso no cardápio. Somos uma casa nova, temos uma proposta nova, e o importante é ser mais íntimo, se sentir em casa. Você vai ser atendido pelos donos do bar.

Grid FoodBar: Av. Fernando Mattos, 300 - Loja C - Barra da Tijuca.