0
0
0
s2smodern

Roger Waters retorna à América do Sul em 2018 com uma nova turnê, que combina clássicos do Pink Floyd e canções de seu trabalho em carreira solo. Chamada de Roger Waters - Us + Them, ela apresenta destaques como “Wish You Were Here”, “The Wall”, “Animals”, “Dark Side of The Moon”  e “Is This the Life We Really Want?”.

 As apresentações Waters são conhecidas como experiências sensoriais imersivas, com produção audiovisual de alta qualidade e um som impactante. Este novo passeio pelo Brasil, algo que não acontece desde 2012, promete impressionar o público com uma verdadeira jornada musical.

Roger irá fazer sete apresentações na país: São Paulo, dia 09 de outubro, no Allianz Parque; em Brasília, dia 13 de outubro, no Estádio Mané Garrincha; em Salvador, dia 17 de outubro, na Arena Fonte Nova; em Belo Horizonte, dia 21 de outubro, no Estádio do Mineirão; no Rio de Janeiro, dia 24 de outubro, no Estádio do Maracanã; em Curitiba, dia 27 de outubro, no Estádio Couto Pereira; e em Porto Alegre, dia 30 de outubro, no Estádio do Beira-Rio.

Clientes do cartão Elo terão pré-venda exclusivas nos dias 11, 12 e 13 e poderão parcelar os ingressos em até oito vezes, sem juros. O benefício se estende até dia 31 deste mês, já que a partir de 1º de janeiro de 2018, as prestações máximas vão até três vezes.

As vendas para o público em geral começam no dia 14, com parcelamento em até seis vezes até dia 31 e em duas prestações depois de 1º de janeiro de 2018.

Os ingressos podem ser adquiridos no site da Ticket For Fun, na bilheteria do Km de Vantagens Hall, que fica no interior do Via Parque Shopping, localizado na Avenida Ayrton Senna, nº 3000 e nos pontos de vendas espalhados pelo país.   

_728x90_CGH_SDU.jpg

Comunidade

Barralerta tem novo presidente

por Guilherme Cosenza


O Barralerta é uma das mais importantes associações da Barra. Hoje, ela passa por uma renovação. Após o falecimento do então presidente Kléber Machado, o seu vice, Mauro Guimarães é quem assume as rédeas e o posto à frente da associação. Morador do Condomínio Mandala, Mauro é Comandante de Mar e Guerra da Marinha (Reserva) e há mais de 20 anos, faz parte dos membros e trabalhos do Barralerta.

“Seria um tolo em achar que substituiria o Kleber, como ele, existem poucos. Esse é um desafio grande, mas eu tenho todos requisitos para dar continuidade ao trabalho. Sempre trabalhei lado a lado com o Kleber e sempre fomos muito ligados, tanto nas ações como em pensamentos, por isso, o trabalho e as diretrizes do Barralerta, continuaram do mesmo jeito”, explica Mauro. O novo presidente demonstra conhecer a importância da associação ao afirmar que muitos trabalhos do bairro dependem da participação efetiva do Barralerta para poder acontecer: “a credibilidade que foi criada com o trabalho do Kleber em parcerias com as demais associações e órgãos públicos, fez com que hoje muitas das ações em prol do nosso bairro precise do apoio do Barralerta, essa credibilidade acabou centralizando as coisas aqui, por conta disso, não podemos parar. Por conta disso, eu repito o que venho dizendo: ‘faremos o máximo para o Barralerta nunca parar’”.

Mauro também comenta que não foi uma figura muito vista nos eventos e reuniões do bairro nos últimos anos por acreditar e querer que o Barralerta fosse de fato vinculada à imagem do presidente Kleber: “eu sempre achei que era importante que ele como o presidente, tivesse sua imagem mais vinculada, porém isso não atrapalhou em nada para que eu ficasse por dentro de tudo o que acontecia. Eu e ele nos encontrávamos pelo menos quatro vezes por semana para discutir e conversar sobre as coisas da associação e do bairro, com isso, sempre estive por dentro de tudo que acontecia”. Por conta disso, segundo o presidente, o trabalho de continuidade do Barralerta promete ser mantido: “não vou substituir o Kleber e sim exercer a presidência do Barralerta. Vamos adiante, pode estar certo disso, e seguiremos o mesmo rumo que o Kleber seguia, pois era o rumo mais correto possível, continuaremos a fazer o trabalho em prol da Barra e de seus moradores”.