0
0
0
s2smodern

O viés sexual, que boa parte da sociedade ainda considera um tabu, é um mercado que, se bem explorado, pode ser um sucesso. Além dos luxuosos motéis do bairro que prometem promoverem noites e dias inesquecíveis para os apaixonados, a Barra da Tijuca disponibiliza diversas casas de massagem para os que estão em busca de ambientes íntimos e relaxantes.

Nelas, os clientes são recepcionados por massagistas atraentes que os acomodam em quartos propícios para diversos tipos de massagem, como a tântrica e as técnicas japonesas e tailandesas. Algumas casas também disponibilizam o serviço de “massagem voyeur”, que é dedicado para as pessoas que gostam de assistir aos parceiros sendo massageados pelas profissionais. As casas de massagem da região também oferecem atendimento domiciliar e total discrição para seus visitantes.

A prostituição de luxo tem sido uma marca na região e preocupa os administradores de condomínios. Existem vários casos de moças que recebem inúmeras visitas masculinas durante o dia e noite. “É um entra e sai de alguns apartamentos que deixam nossos porteiros assustados” afirma o sindico de um residencial, que no passado funcionou como apart-hotel e que é conhecido por possuir o maior número de garotas de programa por metro quadrado na Avenida Lucio Costa. O curioso é com a crise muitas das garotas passaram a fazer ponto na avenida e bem nas proximidades de aonde residem.

TRANSMISSÃO AO VIVO

Outro ponto caliente é a Praça do O, famosa após o escândalo envolvendo o famoso ex-jogador Ronaldo Nazário. O Fenômeno frequentou por dias as manchetes dos jornais acusado de ter levado três travestis para um programa. A mídia televisiva foi implacável e até hoje as redes sociais registram as travessuras de 2008. O restaurante Tourão e o antigo hotel Trump sofrem com a incômoda vizinhança. O problema será resolvido com uma sugestão que foi levada ao Superitendente da Barra, Thiago Barcelos, por moradores, a super iluminação da Praça do O e a colocação de câmeras de vídeo transmitindo ao vivo da região pela internet, para inibir os clientes mais discretos. O movimento começa com o escurecer - no inverno inicia às 17h30 e segue noite a dentro. São carros de luxo e motoristas bem jovens ou caras maduros e casados procurando aventura. Agora tudo será filmado.

SEX SHOP’S

Outro ponto alto na Barra são as boutiques eróticas, mais conhecidas como sex shop’s. As lojas destinadas aos brinquedos sexuais podem prestar um serviço que vai além do sexo e prazer, como é o caso do Sensual Toys, estabelecimento localizado na Rua do Arquiteto, número 362, no Recreio dos Bandeirantes. Nele, o destaque é para o atendimento personalizado, que tenta desvendar qual o melhor produto para cada tipo de cliente.

Quem explica o diferencial do Sensual Toys é a proprietária Christianne Frota. Ela explica que, muito mais do que uma loja comum, seu estabelecimento tem como missão ajudar casais e solteiros a apimentarem suas vidas entre quatro paredes. ”O bom é você ter o atendimento diferenciado, ter a consultoria de alguém que entenda do produto, do que está te vendendo para te ajudar. Todo mundo vem querendo gel para massagem, mas eu preciso saber que tipo de gel é esse. Se você quer um gel para massagem corporal ou um gel para sabor, que usa no sexo oral. O cliente não é obrigado a saber, e eu não posso vender para o cliente qualquer coisa”.

Para Christianne, o papel do sex shop é ainda mais relevante pelo fato da sociedade ainda ser muito conservadora e tratar o sexo como um tabu. Ela ainda afirma que muitos casais encontram problemas no relacionamento por evitarem tocar no tema. “O índice de insatisfação de um casal quando chega aqui é grande. Eles dizem: “tenho minha mulher, somos casados, mas temos a dificuldade Y”, tudo porque não começaram a apimentar antes, e isso, ao longo do tempo, começa a ser cobrado pelo próprio casal. “Queria fazer uma coisa, mas ela ou ele não aceita””.

A proprietária diz que a maior satisfação não é na hora da venda, mas sim quando os clientes retornam e contam o quanto aquele produto que eles compraram enriqueu suas experiências sexuais. Como no caso de um cliente que chegou à loja procurando um excitante feminino para sua esposa, pois ela não tinha mais vontade de ter relações com ele. “Conversando eu descobri que ele tinha um tempo de ejaculação muito pequeno, então a esposa dele foi perdendo a vontade. Falei para ele usar uma bombinha peniana, para ele reprogramar seu próprio tempo, e também um retardante. Também dei um excitante feminino. Ele voltou aqui depois e disse: “a senhora salvou meu casamento””, relembra com orgulho.

Como destaques da loja, Christianne cita o “gel para mulher cansada”, que funciona para a mulher que até quer namorar o seu parceiro ou parceira, mas teve um dia cansativo ou estressante; os produtos destinados ao público gay, como algumas próteses e roupas íntimas e os géis para sexo oral e anal também estão entre os mais vendidos. Ela deixa claro que é de extrema importância que os acessórios vendidos sejam de marcas confiáveis e de qualidade. Atribui aos seus bons produtos, o fato da Sensual Toys está chegando ao sexto aniversário de inauguração e combate aos que tratam com amadorismo a missão de vender brinquedos eróticos. “O mau produto dificulta o meu trabalho”.

No Shopping Downtown, uma nova casa de equipamentos eróticos começa a divulgar um novo serviço. O aluguel de suas cabines de vídeo por 25,00 a hora para atender gays interessados em encontros no horário do expediente. Tudo divulgado abertamente nas redes sociais e aplicativos de encontros destinados ao publico GLS. O movimento é grande no final do expediente, tudo em nome do sexo rápido e nem sempre seguro.