Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

O Secretário Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Otávio Leite, conversou com o JORNAL DA BARRA e abriu a possibilidade para um cassino. Para ele, a Barra da Tijuca é o palco natural para tal investimento em entretenimento. 

JORNAL DA BARRA: Gostaria de colocar uma lupa em um reduto seu que é a Barra da Tijuca. Como você vê o potencial turístico: a oferta hoteleira, a questão de equipamentos como a Cidade das Artes, Museu da CBF, Espaço Burle Marx. E também sobre os cassinos, jogos. Ter um cassino na Barra da Tijuca é uma tendência natural?

Otávio Leite: A Barra já tem uma infraestrutura turística invejável. Número grande de hotéis cinco estrelas e de toda a variedade. No fundo tem um potencial muito claro. Sobre jogo no Brasil, precisa ser experimentado de forma oficial. No fundo, somos os últimos no mundo que não reconhece o valor econômico que o cassino pode produzir para aquele sítio que ele sedia. Eu não acho que tenha que liberar geral, maquininha para tudo que é canto, em cada padaria... jogos de toda natureza... mas acho que deveria ter em alguns pontos. E o Rio de Janeiro mereceria pelo menos um ponto de cassino. A Barra seria um bom espaço.

JORNAL DA BARRA: E resolveria o problema da ocupação hoteleira na região.

Otávio Leite: Também, ajudaria muito nesse setor e captaria muito mais turistas. Eu penso que o Brasil não pode ficar sem experimentar a legalização do jogo e acho que a Barra da Tijuca tem a vocação para receber um cassino.