O Procon Carioca, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Cidadania, completa 10 anos no próximo dia 18 de outubro e vai comemorar bem alinhado a um de seus pilares de atuação: o atendimento ao consumidor. A equipe fará um mutirão de aniversário, com a participação de algumas concessionárias de serviços: Light, Naturgy, Cedae e Zona Oeste estarão presentes à ação, que acontecerá no prédio do Centro Administrativo São Sebastião (Cass), na Cidade Nova, das 10h às 16h.

– Nada mais justo do que comemorar com o  consumidor o aniversário do Procon Carioca. Afinal a palavra consumidor contempla todas as classes sociais, gêneros, etnias, orientação sexual e religiosa. Todos somos consumidores – afirma Igor Costa, diretor executivo do Procon Carioca.

Os consumidores interessados em registrar reclamações ou esclarecer dúvidas sobre seus direitos devem levar cópia dos documentos pessoais, além dos comprovantes de compra do produto ou do serviço contratado, como boletos e notas fiscais. Durante o atendimento, as queixas serão encaminhadas diretamente às empresas, que terão um prazo de dez dias para solucionar as questões.

No local, a Naturgy vai oferecer condições especiais para pagamento de contas atrasadas a quem participar do mutirão. Os clientes residenciais e comerciais com dívida de até R$ 3 mil poderão parcelar em até 18 vezes. Já os que devem acima desse valor terão a opção de parcelar o débito em até 24 vezes.

Nesses 10 anos de atuação, o Procon Carioca (Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) alcançou mais de um milhão de pessoas, por conta dos atendimentos em sete plataformas e ações como o programa ‘Procon Carioca Nos Bairros’. Foram mais de cinco mil fiscalizações, sempre em defesa dos direitos do consumidor carioca.

Além do mutirão do dia 18, o atendimento da equipe do Procon Carioca seguirá sendo feito no Cass, do dia 19 ao dia 22 de outubro, sem a presença das concessionárias.

– É a Prefeitura do Rio trabalhando sem trégua para o melhor atendimento às demandas do cidadão – afirma o secretário de Cidadania, Renato Moura.

 

A Equipe de Terapia Ocupacional do Hospital Municipal Salgado Filho (HMSF), no Méier, uma das principais emergências da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou nesta quinta-feira (14/10) uma ação de promoção e educação em saúde em homenagem ao Dia das Crianças, com direito a entrega de doces e presentes na ala de pediatria.

A atividade, idealizada pela terapeuta ocupacional e brinquedista Patricia Zymermaen Raiboptt Labre, que atua no serviço de pediatria do HMSF desde 2007, contou com crianças e adolescentes, além dos acompanhantes.

– As crianças, além de abraçarem e brincarem com o Zé Gotinha, aprenderam a importância do uso da máscara e a limpeza das mãos com álcool em gel. No trabalho de hoje a gente conseguiu fazer uma criança ir para o centro cirúrgico sem chorar, e isso mostra o valor do processo terapêutico na medicina.

O coordenador de Infraestrutura e Logística, Ari Queiroz, um dos principais parceiros do hospital e que atua no Salgado Filho há 20 anos, foi quem deu vida ao “Zé Gotinha”:

– Eu faço Papai Noel, Páscoa, Festa Junina, Dia das Mães, várias festas. Então isso me engrandece. Só
o fato de humanizar, isso conforta a gente, de se colocar no lugar do outro. E o nome não é caridade, é humanização. Esse trabalho no Salgado é um trabalho de paixão. Não só aqui, porque fazemos em outros lugares também, mas aqui no Salgado é mais especial.

As mães dos pacientes internados no hospital também participaram da atividade. Luana Maýra, mãe da Emanuelle, relata que ficou emocionada com a oportunidade de ver a filha comemorar o Dia das Crianças, mesmo internada:

– Pela brincadeira, a musiquinha, os presentinhos, eu achei uma excelente ideia. Foi muito divertido.

O secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo, anunciou, na manhã desta sexta-feira (15/10), que a Prefeitura do Rio voltará a pagar o salário dos servidores no segundo dia útil do mês. O prazo para a quitação da folha salarial foi alterado em 2018, passando a ser efetuado no quinto dia útil. Desde então, a retomada do calendário, que vigorou por vinte e quatro anos consecutivos até ser suspenso pela última gestão, tem sido uma reivindicação frequente da categoria.

Em homenagem ao Dia do Servidor, comemorado no próximo dia 28, o município vai depositar os salários de outubro ainda mais cedo, no dia 1º de novembro. A partir de dezembro, o funcionalismo carioca receberá, então, os vencimentos no segundo dia útil. O anúncio foi feito por Pedro Paulo em cerimônia de homenagem ao Dia do Professor, com a presença do prefeito Eduardo Paes e do secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

– Em toda a gestão do prefeito Eduardo Paes, nós zelamos pelo pagamento do servidor dentro do calendário. Infelizmente esse compromisso foi descontinuado, e trabalhamos muito para devolver esse direito àqueles que trabalham duro pela cidade. Agora o servidor vai poder dormir tranquilo sabendo que o salário vai entrar e vai entrar no segundo dia útil – disse Pedro Paulo.

Mais de 13 mil servidores recebem 13º salário de 2020 nesta sexta

A Prefeitura também depositou, nesta sexta-feira, o 13º salário devido de 2020 para mais de 13 mil servidores com vencimento bruto entre R$ 6.200,01 e R$ 7.000,00. O pagamento, que foi deixado em aberto pela última gestão, foi realizado dentro do calendário que prevê a quitação do benefício devido de forma escalonada até 2022.

Até o final do ano, o pagamento do abono devido será feito para 84% do funcionalismo e, até junho de 2022, para a totalidade dos funcionários. Em novembro, será a vez de mais de 7 mil servidores com vencimento bruto entre R$ 7.000,01 e R$ 7.700,00 receberem o 13º devido.

Em 2020, apenas 97.547 servidores, com salário bruto de até R$ 4 mil, receberam o 13º com o orçamento daquele ano — outros 100.024 receberão os valores pagos já com receitas de 2021, somando um total de R$ 936 milhões. Na prática, o orçamento de 2021 sofreu o impacto de duas folhas salariais a mais, chegando a 15 no total.

A Fundação João Goulart lança plataforma online para compartilhamento de conhecimento sobre a gestão pública carioca. O RepertóRio é um site, elaborado pela Coordenadoria de Desenvolvimento de Projetos e Transversalidades, em parceria com a IPLAN-Rio, que vai disponibilizar para todos (servidores, gestores, pesquisadores e cidadãos em geral) uma série de trabalhos que buscam aprimorar e/ou pesquisar a gestão pública carioca. 

Já no lançamento, cerca de 200 trabalhos do Banco de Projetos da FJG serão disponibilizados para consulta. São projetos organizacionais de diversas áreas da gestão pública desenvolvidos através dos  Grupos Transversais de Trabalho dos Líderes Cariocas e trabalhos de conclusão de cursos organizados pela Fundação. São 16 grandes temas, como Educação, Gestão de Pessoas, Orçamento e Finanças, entre outros. 

A plataforma é colaborativa e aberta para que qualquer cidadão possa compartilhar seu trabalho sobre gestão pública, como os desenvolvidos no meio acadêmico, a exemplo de monografias, dissertações, teses, artigos e produções técnicas. Também são encorajados o compartilhamento de projetos desenvolvidos por servidores municipais nas diversas áreas temáticas da gestão pública.

Iniciativas como esta permitem maior aproximação da sociedade com a administração pública, pois além de saberem o que já foi aplicado como política pública, podem contribuir através de seus próprios projetos. Cria-se também a possibilidade de aproximar a Prefeitura do Rio com o ambiente acadêmico, incentivar a gestão do conhecimento e passar por assuntos totalmente diferentes, mas que se comunicam através da transversalidade.

São gestores, Líderes Cariocas, servidores e demais públicos, inclusive pesquisadores e organizações do terceiro setor pensando e gerando novas formas de pensar e produzir técnica e cientificamente. Com a transversalidade e a multidisciplinaridade podemos otimizar recursos, fomentar a inovação e modernizar a Administração Pública Municipal.

site do RepertóRio já está disponível para acesso. Esta ferramenta é mais uma forma da Fundação João Goulart apostar em quem também tem a gestão pública como causa. Quanto mais promovermos a participação social de atores diversos em um cenário de colaboração e inovação, mais oportunidades de desenvolvimento para a cidade iremos construir.

Devido ao sucesso da campanha “Sangue é Vida”, uma parceria entre a Prefeitura e o Hemorio, para incentivar novas doações de sangue na cidade, a Fundação Parques e Jardins, vinculada à Secretaria Municipal do Meio Ambiente, anunciou um incremento de mais de mil mudas de árvores extras ao resultado final da ação, totalizando cinco mil novas árvores que serão plantadas nas ruas, praças e parques das zonas Norte e Oeste.

Lançada no Dia da Árvore (21/09), a campanha foi realizada durante duas semanas, até o Dia da Natureza (04/10). Nesse período, a proposta da ação era converter o número total de doações de sangue ao Hemorio em novas mudas de árvores para a cidade. Em 14 dias o Hemorio arrecadou 3.964 bolsas de sangue, o que representou um aumento de 32% nas doações em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o Hemorio, o total de bolsas de sangue doadas poderá salvar mais de 15 mil vidas, já que cada bolsa pode ser utilizada por até quatro pessoas.

Segundo o presidente da Fundação Parques e Jardins, Fabiano Carnevale, o complemento de 1.036 mudas extras ao resultado final, é uma forma de agradecer à população pela participação na campanha.

– Obrigado a todos que ajudaram o Hemorio a aumentar os estoques, e que também contribuíram com a causa da arborização urbana nas regiões que mais precisam de árvores na cidade – destacou.

Carnevale também informou que os plantios das novas mudas irão acontecer de forma gradual, de acordo com a agenda de ações de arborização da FPJ. Segundo ele, durante o plantio das novas árvores, a população será informada sobre a origem da ação e o resultado da parceria com o Hemorio.

Com a parceria inédita da Prefeitura de Colônia (Alemanha), o Centro de Operações da Prefeitura do Rio promove a terceira edição do Desafio COR – programa de inovação e aceleração do órgão. Startups, empresas e grupos organizados da sociedade civil têm até esta quinta-feira (14/10) para se inscrever  em uma competição que pretende melhorar a comunicação em situações de emergência urbana. As etapas iniciais (ideação e aceleração) serão online, com abertura na próxima segunda-feira (18/10). Na última etapa, que é de incubação e pode durar até 22 meses, os projetos vencedores são experimentados e aperfeiçoados no COR.

Durante o desafio, o Centro de Operações Rio se transforma em um laboratório vivo para soluções de cidades inteligentes, oferecendo todos os recursos disponíveis aos participantes: disponibilização de dados relacionados ao tema abordado; mentoria técnica de especialistas do COR e de outros órgãos da Prefeitura do Rio; mentoria de inovação e de negócio oferecida pela prefeitura e por parceiros do mercado privado; e acesso ao ecossistema de inovação do COR (atores nacionais e internacionais).

Mais informações acesse aqui