O decreto deve exigir uma distância mínima de dois metros entre os fiéis, além de oferta de álcool em gel e obrigatoriedade do uso de máscaras

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), anunciou nesta segunda-feira (25) que será publicado um decreto estabelecendo medidas de funcionamento para templos e igrejas.

Crivella disse em entrevista que em nenhum momento a prefeitura havia proibido ou restringido o funcionamento dessas atividades, mas que agentes públicos estavam causando "interferências" nesses locais.

O decreto deve exigir uma distância mínima de dois metros entre os fiéis, além de oferta de álcool em gel e obrigatoriedade do uso de máscaras.

O prefeito disse ainda não ser recomendável que idosos e pessoas do grupo de risco compareçam aos cultos e missas presencialmente, e que devem acompanhar as celebrações preferencialmente pela internet, TV ou rádio.

Compartilhe

Mais Lidos