Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Por Gabriel Moses

Devido a reclamações de moradores pela falta de investimentos e espaços para crianças no condomínio Riviera dei Fiori, publicado inclusive em nosso veículo na última segunda-feira (11) - confira aqui -, o JORNAL DA BARRA foi procurado pela síndica Marisa Salles para receber esclarecimentos do ocorrido. No último domingo (10), o condomínio foi palco de uma manifestação pacífica realizada por pais e responsáveis que lutam em prol de seus filhos.

Confira a nota da síndica na íntegra:

Condomínio Riviera dei Fiori, Barra da Tijuca - Esclarecimentos referente à publicação veiculada neste jornal, em 11/11/2019 (Destaques).

A administração do condomínio vem, em respeito à verdade apresentar o que se segue:

1. Temos um espaço amplo, equipado, cercado, com um coreto coberto: o parquinho. Esse espaço é destinado exclusivamente às nossas crianças. Ali, além de recreação e eventos próprios, também é usado para festinhas infantis. A atual administração fez vários melhoramentos no parquinho, para isso, tendo feito reuniões com os responsáveis pelas crianças, para ouvir sugestões.

2. A atual administração foi a que mais promoveu eventos para as nossas crianças, inclusive reservando verbas orçamentárias para esse fim.

3. O cuidado se estende também à segurança das mesmas, manteve o acesso o mais próximo possível às creches locais.

4. MULTAS - Afirmamos, veementemente, que jamais foram aplicadas quaisquer multas aos pais em decorrência de comportamento ou utilização de espaços pelas crianças, mesmo quando recebe reclamações de barulho.

5. Num Condomínio do tamanho do nosso sempre houve e haverá conflitos por espaços e comportamento, é difícil conciliar isso. Temos tentado.

6. Por todo o exposto, vale refletir sobre o que estabelece  o artigo 5º de nossa Convenção: "É dever dos Condôminos, guardar decoro e respeito no uso das coisas e partes comuns, não as usando, nem permitindo que sejam usadas, para fins diversos que daqueles a que se destinam."

Lamenta a Administração que o Condomínio veja suas questões internas expostas a público, quando há os canais adequados a isso, como a própria Administração e as Assembleias, entre outros.

(Marisa Salles, Sindica ..12/11/2019)