Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Laurent Ebzant assume, a partir de agosto, a gerência geral do hotel Grand Hyatt Rio de Janeiro. Nascido na França e com mais de 20 anos de experiência no setor, o executivo ocupa atualmente a mesma posição no Hyatt Regency Casablanca, no Marrocos. Ebzant substituirá o conterrâneo Christophe Lorvo, que está à frente da operação desde 2014, antes da abertura do hotel. Lorvo assume agora o cargo de Gerente Geral do Hyatt Regency Cidade do México e a Vice-Presidência México.

Ebzant é graduado em Turismo pela Académie Internationale de Management en Hôtellerie et Tourisme, em Paris, iniciou sua carreira na rede Hyatt em 1995, no Hyatt Regency Paris-CDG, localizado próximo ao aeroporto internacional Charles de Gaulle, na capital francesa, e ocupou diferentes cargos na área de Alimentos e Bebidas nos hotéis da rede.  Após um período fora da Hyatt, retornou em 2007 como gerente residente do Hyatt Regency Paris-CDG. Três anos depois, foi selecionado para sua primeira posição como gerente geral no Hyatt Paris-Madeleine e, desde então, liderou com sucesso equipes na Suíça, Gana e Marrocos.

Christophe Lorvo, que esteve à frente do Grand Hyatt Rio de Janeiro desde o período de obras, está há mais de 27 anos na Hyatt. Sob sua responsabilidade está também o crescimento estratégico da marca na região. Antes de chegar ao Brasil, Lorvo ocupou cargos de liderança no Hyatt Regency Guam e no Hyatt Carlton Tower, em Londres. Atuou também nas aberturas do Hyatt Regency Paris- Charles de Gaulle e do Palácio Duhau – Park Hyatt Buenos Aires.  Foi gerente geral do Hyatt Paris Madeleine, do Palácio Duhau – Park Hyatt Buenos Aires e, antes da mudança para o Brasil, do Grand Hyatt Tokyo.

No período à frente do Grand Hyatt Rio de Janeiro, Christophe Lorvo lançou e posicionou o hotel como resort urbano por meio do oferecimento de inúmeras atividades de lazer e entretenimento e de parcerias estratégias, como a estabelecida com o Campo Olímpico de Golfe, que permitiu aos hóspedes a possibilidade de chegar, a partir do píer do hotel, até o píer do campo por meio de um relaxante passeio de balsa na Lagoa de Marapendi. Entre outros muitos desafios e conquistas, podemos marcar a operação durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, importantes ações de responsabilidade social – como a parceria com o Refettorio Gastromotiva e o apoio à ONG Associação Projeto Roda Viva -, a conquista de certificações de sustentabilidade como a ABNT NBR 15401:2006, o selo LEED e a Eficiência Energética da Procel, a posição de excelência do restaurante Shiso – que conquistou por dois anos seguidos o prêmio de 5 Garfos do Rio Gastronomia, além do apoio a importantes eventos culturais da cidade, como o Festival Internacional Rio Cello.

Passados mais de três anos desde sua abertura, o Grand Hyatt Rio de Janeiro está estabelecido como um destination hotel, com diversas opções para o hóspede de lazer e também para o público local, que costuma frequentar seus premiados restaurantes e eventos especiais de música e gastronomia, desfrutar das inúmeras opções de tratamento do Atiaia SPA e relaxar nos momentos de folga em sua piscina climatizada de frente para a praia.

Com amplos espaços integrados à natureza, por meio de paredes de vidro e janelas que privilegiam a iluminação natural, e uma estrutura completa de serviço, o hotel ainda se tornou uma referência para a realização de eventos corporativos e sociais no Rio de Janeiro. Com mais de 2.000 m2 de espaços, possibilita a criação de diversos formatos de evento: desde cerimônias de casamento ao ar livre durante o pôr do sol até convenções para mais de 1.000 pessoas em seu maior salão.

“Posso dizer que meu coração, hoje, é carioca também. Eu e minha família sentiremos muita falta desta cidade tão bonita, cercada pelo mar e pelas montanhas, e das pessoas tão receptivas e calorosas. O Rio de Janeiro é um dos locais mais icônicos do mundo, e a oportunidade de trazer a marca Grand Hyatt para cá foi uma experiência inesquecível”, resume Lorvo. “Parto agora para novos desafios, mas levo comigo muita coisa que aprendi aqui, como a alegria e a leveza de servir, dar bom dia sempre com um sorriso sincero, um jeito sempre positivo de olhar para frente e a criatividade para buscar novas soluções.”, completa. Christophe salienta, ainda, que os próximos anos serão muito positivos para o Brasil e para o Rio de Janeiro, por conta da insenção do visto de turista para alguns países, a perspectiva da vinda de grandes eventos para a cidade, as novas ativações no Parque Olímpico, e a retomada do setor de Óleo e Gás, extremamente importante para o fomento da economia no estado.