Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Com o tema “Mais Diálogo, Mais Amor”, um dos mais tradicionais eventos socioculturais do Rio chega ainda maior na sua 59ª edição. No pavilhão 4 do Riocentro, o evento reunirá, de 4 a 8 de dezembro, cerca de 300 expositores -  32% a mais  do que a edição passada - cheios de novidades. A feira já virou tradicional e muito esperada por todos que esperam o evento para conhecer, experimentar ou relembrar um pouco de outros pontos do país e porque não do mundo, uma vez que a feira possui também ações de diversos outros pontos do globo. 

A Feira da Providência é um evento para que o público conheça a diversidade cultural do mundo, por meio de entretenimento, produtos típicos, artesanato e culinária. Para os visitantes, muitas opções para compras, lazer e diversão, numa programação que reúne apresentações de danças, manifestações folclóricas e recreação infantil e claro, muita comida típica dos mais diversos pontos do Brasil, aliás, esse acaba sendo, muitas vezes o grande chamariz para os frequentadores que a cada ano lotam mais e mais o Riocentro atrás de novidades. 

O Rio de Janeiro é uma das cidades brasileiras que mais recebe brasileiros vindos de outros pontos do país, principalmente para morar e tentar uma “nova vida” na Cidade Maravilhosa. Aqui também temos um número grande de imigrantes que escolheram a cidade para morara. Dessa forma, eventos como esse são capazes de trazer uma lembrança boa de muito morador do Rio, que não pode ou há muito tempo não visita a sua terra natal. Seja através da cultura, artesanato ou gastronomia, a feira é um convite para quem quer conhecer outros pontos do país e do mundo.

Além de poder ser uma forma, de quem ainda não teve a oportunidade de visitar outros lugares, poder ver um pouco do que acontece no mundo. 

Outro ponto interessante é que a Feira da Providência tem toda a sua renda revertida para os projetos sociais do Banco da Providência, que atua em dezenas de comunidades com os mais baixos índices de desenvolvimento humano do Rio, mostrando que a feira vai muito além do quesito financeiro e possui sim um envolvimento social, para melhorar a vida de quem precisa, dentro da cidade.

Por isso, a compra de um ingresso é também um ato de solidariedade. Quem quiser garantir as entradas para o evento antecipadamente pode acessar o link: https:// www.feiradaprovidencia.org.br/ ingressos. Contudo, quem optar por comprar o ingresso na hora é bom chegar cedo, pois o evento é sempre sucesso de público e costuma ficar com o pavilhão cheio.Para quem vier de carro, o Riocentro possui um amplo estacionamento com valores de R$28,00 para até 12h, com adicional de R$28,00 por hora excedente, para quem quer aproveitar a diária, o valor é de R$100,00. Já para quem optar vir em grupo, os ônibus pagarão R$85,00 por 12h, com adicional de R$18,00 por hora excedente. A diária limite será de R$300,00, com carência de 45 minutos.

Já quem quiser economizar, o BRT é outra saída, uma vez que a estação RIOCENTRO fica exatamente à frente do Centro de Eventos, assim, basta usar o modal no valor de R$4,05 para poder chegar ao local.

ESTADOS E PAÍSES

Mais de 20 países e mais de 10 estados estarão representados no evento. Essa edição marca a volta do Tocantins, depois de 10 anos sem trazer para a Feira da Providência as belezas produzidas com o capim dourado típico daquele estado. Agora ele voltará mostrando toda a beleza de um dos mais fortes estados brasileiros.

O nordeste é um dos pontos mais esperados e no Rio de Janeiro o carinho ainda é muito maior, vide que a cidade possui a Feira de Tradições Nordestinas no bairro de São Cristovão, que lota todos os finais de semana. Por conta a Feira  preparou um espaço especial para o espaço que trará a Paraíba para a feira. Assim, o estande terá o dobro do tamanho e o público vai se encantar com o artesanato local e os itens em algodão orgânico colorido. Sem falar das cachaças artesanais vindas de Minas Gerais, dos licores  do Paraná e das pedras preciosas de Goiás, inteiras e em joias. 

Entre os países, a “hermana” Argentina traz, pela primeira vez, uma de suas principais iguarias, as frutas secas banhadas em chocolates da Cordilheira dos Andes, da Província de San Juan. Já Portugal, vai mostrar esse ano, além dos famosos doces que encantam gerações, as terras  lusitanas ainda trarão peças do artesanato local,  como as bolsas e acessórios em cortiça. Não ficarão de fora também os tradicionais chapéus Panamá, conhecido por todo o mundo por sua beleza e qualidade. 

Sucesso que não pode faltar no evento, o Bazar Turco estará presente com luminárias, copos e toalhas bordadas. E mais: perfumes importados da França, Itália, Estados Unidos, Dubai, Polônia; pashiminas da Índia;  toalhas do Paquistão; esculturas e cestarias da Indonésia, chapéus Panamá, joias e semijoias de cristal austríaco, estatuetas em madeira e tecidos do Senegal, entre outros.

 

ATRAÇÕES CULTURAIS 

Quem quiser aproveitar a feira para fazer compras para as festas de final de ano também conseguira produtos de qualidade, afinal dentro do espaço do Mercado de Importados, o público vai encontrar mais de 1.000 rótulos de bebidas entre destilados, cervejas, vinhos, gim, além de massas, chocolates, azeites, enlatados, conservas e artigos para ceia de Natal, a preços especiais. 

Outro grande sucesso do evento, a área de gastronomia contará com seis restaurantes com comidas típicas de diferentes regiões do Brasil e do mundo, além dos Food Trucks e Food Bikes, que já fazem  parte da febre nacional que vem cada vez mais caindo no gosto popular dos brasileiros.

A área gastronômica é um dos grandes destaques do evento. O público escolherá entre restaurantes com comidas típicas nacionais e internacionais (Argentino, Português, Árabe, Mexicano, Mineiro e Nordestino) ou se deliciar com as variadas opções de cardápios dos food trucks: hambúrgueres artesanais, sanduiches, empanadas, cachorro quente, tapiocas, pastéis, pipoca, churros. 

No  Palco Cultural, folclore regional e apresentações de danças típicas compõem a programação do espaço, assim como apresentação de grupo de passinho, dança inclusiva. Nas atrações internacionais, Kpop coreano e as tradicionais danças espanhola, russa e escocesa. Uma área de recreação infantil também será montada no evento reunindo muitos brinquedos e atividades. 

Além do entretenimento e de produtos típicos de diferentes regiões, a Feira da Providência também apresenta grande variedade de artigos para casa e decoração, moda, beleza, saúde e bem-estar. Dessa forma, a feira ainda possibilita que as pessoas levem para dentro de casa um pouco de cada estado brasileiro e de pontos do mundo inteiro.

Outro ponto de visitação é o estande do  Banco da Providência, onde o visitante conhecerá melhor os projetos sociais da Instituição e, ainda, adquirir os produtos ou serviços de cabelo feitos pelas mulheres empreendedoras do Projeto Agência de Empreendedorismo, que a cada ano vem ganhando mais adeptas e fazendo sucesso por onde passa.

O Banco da Providência é uma organização social sem fins lucrativos que trabalha pela redução da desigualdade social e colabora para a defesa dos direitos de jovens, adultos e famílias que vivem em situação de pobreza extrema na cidade do Rio de Janeiro, através dos projetos de capacitação profissional e geração de renda.  

A ação estratégica está concentrada em cinco bairros que abrangem sete grandes polos com os mais baixos índices de desenvolvimento humano (IDH). 

Os ingressos custam R$ 24,00 (inteira) e R$ 12,00 (meia- entrada) para estudantes com apresentação da carteirinha, idosos acima de 60 anos, portadores de necessidades especiais, jovens de baixa renda (ID Jovem) e professores da rede municipal de ensino. Haverá também cobrança de estacionamento, no valor de R$24,00 (taxa única).