Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Por Marcelo Perillier

Quem disse que mulher não pode mexer ou aprender a utilizar ferramentas? Pensando no Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, que neste ano cai em um domingo, algumas mulheres participam de workshops para aprender a mexer com algo que elas sempre mantiveram distância: ferramentas e material de construção.

Oferecido pelo Palácio das Ferramentas, o evento chega à sua 7ª edição e vem conquistando novas alunas no esquema do boca-a-boca. O número de inscrições bateu recorde, informa Isabel Gomes, diretora de marketing do estabelecimento.

- Quando o Mulheres à Obra nasceu, decidimos inovar sem perder a nossa tradição como loja de materiais de construção. Foi surpreendente ver a aceitação e adesão das mulheres. Ficou nítido que elas estavam precisando experiências como estas.

Para Isabel, resultado do programa é promissor, e abre uma nova frente de trabalho, rompendo o preconceito. 

- Ninguém gosta de ficar dependente de outra pessoa. As nossas alunas são curiosas e gostam de chegar, meter a cara e fazer. A gente conseguiu dar mais conhecimento, encorajar e fazer com que elas perdessem o medo de reparos domésticos.

As aulas começam neste sábado (7), com o curso de ferramentas elétricas, em que as mulheres aprendem a manusear furadeira, serra tico-tico.

No dia 14, o tema será impermeabilização e rejunte, com materiais específicos. No dia 21, novamente ferramentas elétricas, mas com tupia, furadeira, entre outros equipamentos. O curso se encerra no dia 28, com a aula de tintas, com técnicas e preparo de paredes para pinturas.

O programa acontece aos sábados, das 10h às 14h, na Escola Técnica Centro Rio, que fica na Rua Camerino, nº 130. As inscrições podem ser feitas por telefone (2103-7373) ou pelo site da Palácio da Ferramenta, ao custo de R$ 100 de taxa por cada aula.

Últimas notícias