Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

O Centro de Operações Rio atuou ao longo da madrugada e manhã desta quinta-feira, dia 15, durante a chuva recorde que atingiu a cidade. Equipes da Seconserma, Defesa Civil, Comlurb, CET-Rio, Guarda Municipal, Light, Rio Águas, Alerta Rio, Secretaria Municipal de Saúde e Bombeiros trabalham desde a noite de quarta. Segundo dados do Alerta Rio, em uma hora (de 0h à 1h), foram registrados 123,6 mm de chuva na estação Barra/Riocentro: este é o maior volume de chuva registrado, no período de uma hora, na série histórica.

Em Jacarepaguá, das 17h desta quarta-feira às 2h desta quinta-feira, chegou a chover quase 150% da média esperada para todo o mês de fevereiro. No mesmo período, nas regiões da Barra/Riocentro e de Piedade, choveu o equivalente a 126% da média desse mês. Em toda a cidade, a média do volume de chuva chegou a 75% do esperado para fevereiro.

A cidade estava em Estágio de Atenção desde 1h20 desta quarta e entrou em Estágio de Crise à 0h25 desta quinta, devido à atuação de núcleos de chuva forte a muito forte, associados à atuação de áreas de instabilidade. No entanto, às 5h30 desta quinta, retornou ao Estágio de Atenção.  De acordo com o Alerta Rio, o tempo permanece instável na cidade do Rio nesta quinta. A previsão é de céu nublado com pancadas de chuva isoladas. Os ventos terão predomínio de intensidade moderada.

Segundo a Prefeitura, mais de 50 equipes da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente, com o apoio de cerca de 2.000 funcionários da Comlurb, atuam desde a madrugada para garantir a normalidade da cidade. Equipes da CET-Rio e da Guarda Municipal trabalham no desvio de trânsito em pontos de alagamento, arvores caídas e semáforos inoperantes devido à falta de energia. No total foram mobilizados 300 operadores de trânsito e 35 reboques da CET-Rio, além de 400 agentes de trânsito da guarda municipal, incluindo os grupamentos de Motociclistas, Tático Móvel e de Operações Especiais.