Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Consciência ambiental é algo que se forma desde a creche. Com a chancela da Organização das Nações Unidas, a rede comunitária de desenvolvimento socioambiental Eco Rede já despertou a atenção pelo verde em mais de 56 mil crianças e adolescentes ao longo de seus oito anos, na Cidade de Deus, no Rio. O objetivo é disseminar o conceito de sustentabilidade em toda a comunidade e promover uma guinada socioeconômica e ecológica ali.

Criado em 2011 pelo Grupo Alfazendo e reconhecido como tecnologia social pela ONU durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em 2012, o Eco Rede está instalado em 26 unidades de ensino na Cidade de Deus, entre creches e escolas, abrangendo alunos dos ensinos infantil ao médio. Neste ano, o projeto beneficia cerca de 7 mil pessoas, com apoio do Instituto Invepar e financiamento da Lamsa.

“Promovemos a sustentabilidade desde a creche, com atividades de educação socioambiental como formação de catadores e professores, cultivo de hortas e jardins comunitários, brincadeiras com brinquedos feitos de material reciclável, e jogos e palestras para os estudantes”, explica a diretora do projeto, Iara Oliveira.

E há quem tenha passado pelo projeto e retornado para dar continuidade ao legado. “Nestes anos, tivemos 80 jovens que foram atendidos pelo Eco Rede e, depois de completarem os estudos e se formarem na faculdade, retornaram como educadores e coordenadores do projeto já que saíram qualificados para seguir carreiras na área de sustentabilidade”, conta Iara. O Eco Rede também promove ações para conscientização em empresas. Nas creches, as crianças aprendem a levar uma vida mais sustentável em brincadeiras com brinquedos feitos de material reciclável, por exemplo.