Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

O governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel deu sua opinião sobre os problemas enfrentado atualmente nas águas da cidade. De acordo com ele, o ocorrido foi sim uma "sabotagem" e não um incidente. "Eu desconfio que houve uma sabotagem, exatamente para manchar a gestão eficiente que está sendo feita na Cedae preparando ela para o leilão", contou o governador nessa segunda (20) na inauguração de mais uma etapa do programa Segurança Presente na zona sul da cidade.

Contudo ele não expôs como essa possível sabotagem teria de fato ocorrido no processo de tratamento da água: “houve, de fato, uma imperícia. Agora vamos apurar se foi dolosa ou culposa. Se quem deveria tomar conta para evitar que o que está acontecendo agora, no verão e nas férias, acontecesse foi simplesmente um fato culposo. Ou seja, incompetência. Eu, particularmente, não acredito. Eu acredito que o que está sendo apurado é uma sabotagem por conta do leilão. Há muitos interesses envolvidos”.

 

Últimas notícias