0
0
0
s2smodern

Por Danilo Freitas

Foi realizada, na manhã de hoje, a cerimônia de posse do novo comandante do 31° Batalhão de Polícia Militar (regiões da Barra, Recreio e Vargens). Com início às 10h, o evento contou com a condução do Ten. Jouberth, relações públicas do batalhão, representantes populares, autoridades públicas e presidentes de associações de moradores e indústrias locais.

O então novo comandante do batalhão Wagner Mello, que era comandante do 10°-BPM (Barra do Piraí), assume o lugar do seu colega Sérgio Schalioni, que esteve no comando do batalhão por quase três anos e agora assume o Terceiro Batalhão de Áreas da Baixada Fluminense. Mello terá o desafio de manter o bom trabalho e prestígio que o Ten. Cel. Schalioni adquiriu junto à sociedade civil e organizada da região. “Ao mesmo tempo é uma grande honra e muita responsabilidade, pois, agora eu não sou cliente do 31° Batalhão, devido eu morar no Recreio, agora sou o 31° Batalhão. Então, terei de ter mais responsabilidades para que não haja nenhuma ocorrência grave na região, impedindo o aumento da criminalidade. Pretendo dar continuidade do trabalho do Schalioni junto as associações, que é o que eu já fazia também no 10°-BPM, para melhorias das nossas frotas à serviço da população e assim prestarmos um serviço de qualidade e eficaz. Comenta o comandante do 31°-BPM, Ten. Cel. Mello.

Ao longo do período em que esteve à frente o do batalhão, Schalioni desenvolveu certo vinculo com os cidadão das áreas abrangentes ao 31°-BPM e isso fez com que o serviço da polícia ocorresse sempre com bastante louvor pelos moradores, fazendo com que essa troca de comando deixe uma saudade, logo tornando todos receptivos e de braços abertos ao novo comandante com a esperança em dar continuidade aos trabalhos do seu seu antecessor. É o que diz o Vereador Marcelo Siciliano: “Eu, como cidadão fico um pouco triste. Quanto mais tempo um batalhão fica instalado na região, cria um conhecimento maior da área e assim fazendo um policiamento mais efetivo e mais atuação da população. A polícia conforme vai se instalando, ao longo dos anos, acaba virando aquela policia distrital tendo aquele morador que conhece o policial pelo nome e vice versa, as associações criam mais proximidades com o batalhão e com isso, tendo uma demanda de solução aos problemas de imediato. Mas como pude presenciar pela passagem de comando, realmente é um comandante com uma vasta experiência e com um currículo invejável, legítimo de uma competência muito grande, porém, acredito que ele será um ótimo comandante e já é bem vindo por todos”.

“Nós conseguimos aproximar a população junto da policia militar, criamos um forte elo e como pode ser visto aqui muitas pessoas estavam emocionadas com a nossa saída e isso para nós é de muita importância. Com certeza a sensação é de dever cumprido, tudo que planejamos conseguimos bons resultados e agora vem esse novo desafio na Baixada”. Concluí o ex-comandante do 31°BPM, Tem. Cel. Schalioni.