Pin It

“O homem começou a contar a própria historia desenhando nas cavernas. Essa peça é o meu desenho na caverna”. É assim que o ator Flavio Migliaccio descreve a peça “Confissões de um Senhor de Idade”, que reestreia no sábado, dia 13 de outubro, na Cidade das Artes. O espetáculo é a uma comédia divertida e reflexiva que homenageia os 60 anos de carreira do artista.

Flávio divide o palco com o ator Luciano Paixão, que interpreta Deus, que propõe um pacto curioso: se Flávio ajudar a desvendar um caso estranho do céu, receberá a recompensa da vida eterna. O tema preocupou Flávio: “aos poucos fui me libertando, vi que o público aceitava eu fazer comedia conversando com Deus”.

A peça revela detalhes da vida íntima do artista. Segredos, histórias, experiências e tristezas são expostas numa conversa franca com Deus: “chegou um ponto da minha vida que eu pensei: tenho que contar minha história”.

Aos 84 anos de vida, Flávio esbanja disposição. Além de atuar, é ele quem dirige, escreve e cuida da iluminação da peça: “meu costume sempre foi participar de tudo, não consigo ficar parado”, disse o artista que revelou já ter outras cinco peças escritas em casa.

“As Confissões de um Senhor de Idade” está em cartaz na Sala Eletroacústica da Cidade das Artes do dia 13 até 28 de outubro. Nos sábados às 20h e domingos às 19h, com duração de 55 minutos e classificação de 10 anos. Os ingressos custam entre R$ 40 e R$ 20.