Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Na manhã desta sexta-feira (1), o prefeito Marcelo Crivella anunciou a suspensão da cobrança de pedágio no sentido Fundão da Linha Amarela. As cancelas já estão abertas e gratuidade vai até julho de 2020, conforme decreto publicado em Diário Oficial.

Com essa suspensão, já é a segunda vez que a Prefeitura interfere na cobrança da via expressa. Crivella afirmou que a concessionária cobrou R$ 225 milhões a mais desde 2010.

O outro lado da história

A empresa Lamsa, concessionária que administra a Linha Amarela, divulgou uma nota dizendo que a medida da prefeitura é "ilegal".

"Gera uma insegurança jurídica que prejudica novos investimentos no Município do Rio de Janeiro. Caso a Justiça não restabeleça imediatamente a cobrança do pedágio, a concessionária não terá como pagar os salários dos trabalhadores que fazem a manutenção e operação da via", alerta.

Nada de aumento

O Prefeito Marcelo Crivella negou o reajuste de pedágio à Lamsa no início do ano. Hoje, a tarifa para carros de passeio está em R$ 7,20. A mudança na tarifa é prevista em contrato e acontecia sempre no primeiro dia do ano. A prefeitura informou oficialmente que não há previsão de alteração no valor.