Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Pela primeira vez, a Corrida da Paz está passando por todos os países do Hemisfério Sul do Planeta com o intuito de promover a paz e a harmonia entre os países. A maior corrida de revezamento com tocha do mundo saiu de Bali (Indonésia) em janeiro, e de 4 a 28 de junho os corredores voluntários vão passar com a tocha da paz por estradas, cidades e escolas do Brasil, e nesta quarta-feira (26), eles passaram pela Barra da Tijuca.

Criada em 1987 por Sri Chinmoy, a Corrida da Paz busca promover a amizade e compreensão internacionais. Sri Chinmoy acredita que o esporte é um poderoso instrumento para promover harmonia global.

Como símbolo dessa harmonia, os corredores voluntários levam uma tocha flamejante pelas cidades e passam-na de mão em mão. Com isso, pessoas de várias religiões, crenças, culturas e estilo de vida têm a oportunidade de expressar suas esperanças e sonhos para um futuro melhor, mais brilhante e mais pacífico. 

Neste ano no Brasil, a Peace Run vai passar por mais de 22 cidades, como: Chuy, Rio Grande, Mostardas, Osorio, Sombrio, Tubarão, Florianópolis, Balneário Camburiu, Joinville, São José dos Pinhais, Jacupiranga, Juquia, Santos, Praia Grande, Bertioga, São Sebastião, Ubatuba, Paraty, Ilhabela, Angra dos Reis, Rio de Janeiro e Niterói.

Além de correr pelas estradas e cidades brasileiras, um dos objetivos da Peace Run é levar a chama da paz para as crianças por meio de atividades nas escolas.

O fundador da corrida Sri Chinmoy defendia que as crianças são as mais adequadas para trazer a harmonia no mundo, porque para elas é algo novo e fresco. Elas consideram cada manhã como um novo sonho.

Durante a passagem da tocha nas escolas os estudantes podem conhecer os corredores, segurá-la e expressar suas próprias esperanças e sonhos para um mundo mais harmonioso.

Os corredores que participam desta edição da Peace Run no Brasil são 6 mulheres e 9 homens que foram selecionados de acordo com suas capacidades físicas para correr, habilidades de fotografia e vídeo e também gastronômicas. Eles são do Brasil, Croácia, França, Áustria, Portugal, Romênia, Índia, EUA e Alemanha.

Pela primeira vez na história, todas as 44 nações do Hemisfério Sul do Planeta estão recebendo esta corrida que é ao mesmo tempo mundial e local.

Chegando do Uruguai, o primeiro estado brasileiro a receber a tocha da paz é o Rio Grande do Sul, na sequência passará por Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, onde ela se despede do Brasil para ir para a África. O trajeto da corrida termina em novembro, de volta à Bali, onde foi seu início, completando a volta ao globo.