Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Por Gabriel Moses

A Zona Oeste é um grande polo para a difusão das artes marciais no Rio de Janeiro, especialmente quando se fala em Barra da Tijuca e Recreio. Com inúmeros centros de treinamento e academias, novos competidores têm surgido para o mercado das lutas. Pedro "Escamoso" Martins é um grande exemplo disso tudo.

Morador do Recreio dos Bandeirantes, Pedro foi entrevistado pelo JORNAL DA BARRA acerca do evento que irá participar: Spartacus Combate, na cidade mineira de Uberlândia. O jovem atleta também comentou sobre a importância da luta no cenário atual do país. Confira agora, o bate-papo na íntegra:

O que o MMA representa na sua vida?

Representa algo único, é um esporte que mudou minha vida completamente, me tornou um homem, uma pessoa mais forte fisicamente e mentalmente... esse esporte é um amor incondicional na minha vida!

Você já participou de algum torneio antes de ir para Spartacus?

Já lutei em diversos eventos, muitos amadores. No profissional, essa será minha quarta luta.

Quais são as suas expectativas para o torneio?

Minhas expectativas são as melhores. Será um grande evento, o maior de Minas. Isso só me dá mais forças para fazer um belo show.

Como morador do Recreio, qual a importância da região para a sua profissão?

Recreio tem uma grande equipe que é o Team Nadrena, onde o líder é o Josuel Distak, um treinador de peso,que já conquistou cinturões do UFC ao lado do Anderson Silva.

Quantos anos você já tem de profissional no MMA?

Já treino entre os profissionais têm cerca de 3 anos, mas como lutador profissional tem um ano e cinco meses.

Na sua opinião, qual é o maior desafio na vida de um lutador?

É meio complicado pois nesse esporte temos que fazer diversos sacrifícios que são muitos difíceis, mas na minha concepção o maior desafio é a perca de peso e buscar patrocinadores. Eu, por exemplo, perco cerca de 14kg para bater 61kg, que é minha categoria(peso galo). Aí você imagina baixar essa quantidade de peso e se manter treinando em alto rendimento e correndo atrás de patrocinadores... É algo bem complicado.

Em que academia você costuma treinar?

Treino na Team Nadrena, onde tem atletas de alto nível e uns dos maiores treinadores do planeta.

A Barra da Tijuca e adjacentes possuem inúmeras academias e centros de lutas. Como você avalia este fator para o crescimento do esporte no Rio?

Avalio como uma forma positiva, porque justamente por ter diversas academias, as chances do esporte crescer obviamente são absurdas, e quanto mais academias de alto nível, as chances de surgir um talento são maiores. Por isso vejo com bons olhos.

O Spartacus Combate ocorrerá neste sábado (11), em Uberlândia, e reunirá grandes lutadores do país.