A Polícia prendeu nesta segunda-feira (17) um vendedor de relógios falsificados, na Barra da Tijuca. Foram apreendidos cerca de R$ 350 mil. O criminoso foi identificado como Marcio Frugulheti Sales.

A prisão só ocorreu por conta de investigações realizadas pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Propriedade Imaterial (DRCPIM). Sales vendia réplicas de marcas famosas de relógio através da internet. Os valores originais do produtos eram de R$ 50 mil, mas ele vendia por R$ 4 mil.

De acordo com a polícia, Sales tinha um mandado de prisão por conta de um homicídio, feito em 2005. Na ocasião, Marcio estava embriagado e atropelou uma mulher na Avenida Armando Lombardi. Desde então, ele estava foragido.

O vendedor responderá  por comércio falsificado de material, artigo 190 da lei de propriedade intelectual, cuja pena pode chegar a 3 anos de prisão.