Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Por Gabriel Moses, Gabriel Suares e João Victor Valim

Dia dos pais chegando, e em comemoração à data, o JORNAL DA BARRA conversou com alguns profissionais do bairro que têm o privilégio de trabalhar com seus filhos ou filhas. E fica a pergunta: como deve ser no dia a dia conciliar o pessoal no ambiente de trabalho?
O iridologista (terapeuta holístico que estuda a íris) Luiz Lootty de Paiva divide o consultório no Espaço Kurá, Shopping Città América, com a filha Andrea Paiva, o genro Marcos Moraes e a neta Isabela Moraes. Segundo Luiz, a união no ambiente profissional é muito valiosa pois se somam os conhecimentos. Todos são da área de saúde, e os trabalhos se complementam – Andrea é médica homeopata, Marcos especialista em medicina chinesa e Isabela instrutora de gyrotronic método de reeducação postural. As áreas se conectam, embora as especialidades sejam diferentes, um usa o trabalho do outro com o objetivo da cura.
Andrea admira a vitalidade do pai aos 80 anos, e comemora a possibilidade de poder trabalhar lado a lado com ele. O ambiente de trabalho é um espaço de saúde integrada, em que as terapias se complementam. “É muito bom poder trocar com alguém que confio muito e aprendi a ouvir e respeitar ao longo da vida”, afirma.



“A contribuição da empresa para a formação dos filhos”
De pai para filho. É assim que Manoel Messias da Silva, de 60 anos, vice-presidente da MEGS Cristais Swarovski AG – fornecedora autorizada voltada para o ramo de joias- busca seguir o seu novo negócio em conjunto dos filhos Renan Lima da Silva, de 28 anos, e Matheus Costa da Silva, 20 anos, com a Maxi Acessórios.
“A empresa se encontra no mercado de joias e semi joias, venda em atacado para lojas que trabalham como varejistas, e se trata de uma representação de uma marca nacional. O encontro com a origem da empresa se dá em um momento de mudança de mercado. O meu pai já está há um tempo trabalhando como fornecedor para a produção nesse mercado, e em virtude da minha possibilidade e disponibilidade e também do meu irmão, que ele se interessou em cobrir um outro ponto do mercado que é a distribuição atacadista”, comenta Renan, sócio-diretor da marca.
Adentrando em uma nova etapa em suas vidas, Renan que possui formação em filosofia na Universidade Federal de Pampa, no Rio Grande do Sul, e Matheus estudante de Comunicação Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro, contam que essa oportunidade oferecida ao pai é única e serve como uma lição diária de aprendizado sobre o mercado e de como lidar com as pessoas ao seu redor: “eu e o Matheus temos sempre lições diárias no dia a dia, mesmo fora do trabalho, aprendemos principalmente a lidar com pessoas, como é próprio do mercado de vendas, noções de valores necessários ao caminho correto da empresa e o corriqueiro da prática de qualquer empresário sério nos mais diversos segmentos”, acrescenta Renan Lima.
Já na figura paterna, Manoel Messias da Silva avalia esse “contato” diário com os filhos no trabalho muito importante, visto que ajuda na formação deles como sujeitos e cidadãos: “de maneira geral, é importante perceber que a própria constituição da empresa se apresenta como uma forma de contribuir para a formação dos filhos como sujeitos e cidadãos, pessoalmente e além disso, representar inspiração para mim como pai”, destaca Messias.
Com inauguração marcada para setembro deste ano, a Maxi Acessórios fica na Avenida das Américas, n° 4790, sala 220, no centro profissional Barra Shopping.

 

Experiência e inovação andando juntas
Outra relação de pai e filho trabalhando juntos em um único negócio acontece no Restaurante ATÉ, localizado no Barra Prime. Luís e Lucas Lamo, respectivamente pai e filho, conduzem o ponto gastronômico que oferece empadas, massas e caldos. Há 25 anos trabalhando em parceria, Lucas falou sobre a importância da presença de seu pai para o sucesso do restaurante: “desde adolescente sempre estivemos juntos, cada dia meu aprendizado como empresário e empreendedor aumentava, pois aprendia com o meu pai, que ao meu ver não existe melhor”.
“Tivemos vários restaurantes juntos, sempre trabalhamos todos os dias, confesso que este ramo é muito sacrificante, o melhor de tudo é que temos uma excelente relação profissional, tanto é que está durando até hoje”, afirma Lucas.
Já na visão paterna, Luís destaca o trabalho do filho, sobretudo a renovação de ideias que Lucas traz consigo para o restaurante: “confesso que nos completamos e somamos experiência com inovação, fazendo da nossa união uma parceria de sucesso”. Com duas unidades em funcionamento, um na Barra da Tijuca e outro em Copacabana, Lucas credita todo o sucesso à união da família: “Não existe nada melhor na sociedade do que unir família e profissão!”.