Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

No coração de Vargem Grande, o Restaurante Skunna está prestes a completar 28 anos de existência. Para festejar a data, a casa realizará um jantar especial no dia 30 de novembro, com pratos especiais, luz de velas e atração musical. Tudo para brindar as quase três décadas do lugar acostumado a receber dos mais ilustres, como políticos, jogadores de futebol e artistas, aos mais anônimos moradores da região, que construíram o hábito de se alimentar no Skunna como uma tradição de família.

Tudo isso é possível graças ao amor de Aylton Oliveira, que no auge dos seus 83 anos, esbanja energia: “restaurante é um problema muito sério. Você tem que amar, gostar de cozinhar. Sobrevivem os que capricham, os que não largam a cozinha, o balcão, principalmente nesta época de crise”, disse o dono do Skunna, que revelou que tenta tratar seus clientes da forma que gosta de ser tratado nos restaurantes que visita.

O amor de Aylton pelo empreendimento é tão grande que ele durante alguns dias na semana dorme em uma casa em cima do restaurante, voltando para o seu lar, na Zona Sul, apenas quando a missão dentro do Skunna estiver concluída. Ele também deixa claro que, mesmo dono, não deixa de pôr a “mão na massa”: “apesar de ter três cozinheiras excelentes, eu não perco a oportunidade de estar junto na cozinha, porque na realidade, gostar de cozinhar é o que me trouxe até aqui”.

Se engana, entretanto, quem acha que ter um restaurante e ser reconhecido pela sua comida sempre foi um sonho de Aylton. Na verdade, ele se recorda do tempo em que morava sozinho e precisava “se virar” para não passar fome. Ele chegava a ligar para a mãe perguntando o que poderia fazer com os ingredientes que tinha em casa. Agora é ele quem auxilia jovens cozinheiros, inclusive, ministrando cursos e workshops sobre as delícias que ele serve no Skunna.

Uma delas é a famosa Feijoada de Frutos do Mar, que foi lançada pelo próprio Skunna, com autoria do dono da casa. As moquecas também são um prato muito bem recomendado pelo próprio Aylton, além de um Camarão ao Molho Tangerina e o Camarão ao Molho Grohe. Mas não só de pratos com origem marítima vive o restaurante, que é conhecido também por uma feijoada preta aos sábados e pelo strogonoff de carne.

Vargem Grande é sinônimo de bom passeio e boa comida

Para Aylton, o diferencial dos restaurantes de Vargem Grande é o esquema de entretenimento, em comparação com os da Zona Sul: “em Ipanema e Leblon, que a pessoa passa na porta, olha o cardápio e entra. O cliente daqui é fiel ao Skunna, ao Gepetto, ao Quintas... ele vem destinado a um restaurante específico, de acordo com o cardápio”, disse Aylton, que contou alguns casos de um empreendimento indicar outro, conforme o gosto do freguês: “semana passada, por exemplo, um casal foi no Espaço Dom pedir uma Moqueca e eles recomendaram vir para o Skunna. Assim como já teve clientes aqui pedindo pizza e eu disse que seria melhor eles irem para o Gepetto”.

Além disso, ele explica que as pessoas que visitam o Skunna vão para fazer programa e passeios, e não apenas para comer: “Vargem Grande é um lugar de programa. Por exemplo, você sai de casa e tem 10 restaurantes muito bons no Leblon. Escolhe um senta, come e em quase duas horas está volta ao lar. Mas se você vem para Vargem Grande, pode olhar as praias, Pedra de Guaratiba, passa por aqui e vai chegar em casa quase a noite cansado”.

O Skunna fica na Estrada dos Bandeirantes, nº 23.363 e abre quinta-feira das 11:30h às 0h; sexta-feira e sábado das 11:30h às 0:30h; e domingos e feriados das 11:30h às 19h. 

Receita: Camarão Mediterrâneo

Para duas pessoas –

Ingredientes: 400 gramas de camarão médio; ½ copo de milho; ½ copo de tomate cereja; ½ peti poa; duas colheres de azeite; duas colheres de cebola ralada; duas colheres de manteiga; três colheres de creme de leite; sal e pimenta do reino.

Modo de preparo: Selar camarão no azeite temperado com sal e pimenta e reservar. Dourar a cebola na manteiga; juntar todos os ingredientes; ferver por 5 minutos, deixando o creme de leite para o final.

Enfeitar com ramo de salsa e servir com arroz.