Por: Mariana Moreira

A Prefeitura do Rio anunciou que, a partir de terça-feira (21), a população acima de 40 anos ou mais da cidade poderá tomar a quarta dose da vacina contra o coronavírus nas unidades de saúde.

A decisão acompanha iniciativas de outros governos, como o do Distrito Federal, que reduziram a faixa etária indicada para a imunização em relação à campanha do Ministério da Saúde, que liberou a aplicação da quarta dose em maiores de 50 anos e em profissionais da saúde de qualquer idade.

Como o jornal Folha de S.Paulo revelou, a pasta federal deve anunciar na próxima semana a ampliação da medida para pessoas a partir de 40 anos de idade no país.

No início de junho, o prefeito Eduardo Paes (PSD) e o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Prado, informaram que havia 1 milhão de vacinas disponíveis nos hospitais, em clínicas de atendimento à família e em postos de saúde.
Para tomar a quarta dose, também chamada de segundo reforço, é necessário um intervalo de pelo menos quatro meses de aplicação em relação à dose anterior.

Médicos, enfermeiros, auxiliares e funcionários de unidades de saúde com 30 anos ou mais também já estão autorizados desde terça (14) a tomar a quarta dose.

Pelo menos 85% da população acima de 12 anos já se vacinou com as duas doses, além da aplicação de reforço.

De acordo com orientações da Secretaria Municipal de Saúde, as vacinas contra Covid e contra o vírus da gripe podem ser tomadas no mesmo dia.


ONDE MAIS A 4ª DOSE FOI ANTECIPADA

Distrito Federal 
O Distrito Federal iniciou a aplicação da quarta dose em maiores de 40 anos neste feriado de Corpus Christi (16). Segundo a Codeplan (Companhia de Planejamento), há cerca de 1,1 milhão de pessoas com mais de 40 anos no DF -sendo 460 mil entre 40 e 50 anos.

Segundo a Secretaria de Saúde, para receber a quarta dose a pessoa deve levar documento de identidade com foto, CPF e o cartão de vacina com o registro da terceira. Além disso, é obrigatório o uso de máscara.

Teresina 
A capital do Piauí também já liberou a quarta dose da vacina contra Covid desde 12 de maio. Conforme a FMS (Fundação Municipal de Saúde), para receber a aplicação é preciso apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacinação. Informações sobre postos de vacinação podem ser acessadas no site da FMS.

Belém 
A capital do Pará é outra cidade que já vacina com a quarta dose os maiores de 40 anos. A medida vale desde 4 de junho após a Sesma (Secretaria Municipal de Saúde) avaliar o estoque de vacinas da cidade.

Para a vacinação, é necessário apresentar RG, CPF, comprovante de residência e o cartão de vacinação de Belém. Os detalhes sobre os locais de vacinação podem ser acessados no site dedicado a campanhas de imunização da cidade.

Os tapetes de sal, uma tradição no dia de Corpus Christi, voltaram a enfeitar a entrada e o corredor central da Catedral de São Sebastião, no Centro da cidade. A celebração não aconteceu nos dois últimos anos por causa da pandemia de Covid-19. Fiéis e voluntários começaram a montar os tapetes na madrugada desta quinta-feira (16/6).

Por conta da procissão, à tarde, diversas ruas do Centro foram interditadas ao trânsito. O cortejo sairá da Igreja da Candelária em direção à Catedral Metropolitana, na Avenida Chile.

A Comlurb preparou um planejamento operacional integrado especial para a Meia Maratona do Rio, no próximo sábado (18/6), e a Maratona do Rio (19/6), no domingo. Em cada um desses dias, 255 garis serão distribuídos em equipes, trabalhando antes, durante e depois dos eventos. Durante as corridas, os garis estarão ao longo de todo o percurso, incluindo os pontos de hidratação, fazendo os serviços de varrição mecanizada e manual, e remoção e coleta dos resíduos descartados por corredores e espectadores, a maior parte copinhos plásticos de água.

Entre os equipamentos utilizados nos dois dias, estão 20 sopradores, para auxiliar o gari durante o serviço de varrição; duas varredeiras; duas pipas d ‘água para lavagem das vias com água de reuso, hipoclorito e detergente, na noite anterior e logo após os eventos; e cinco caminhões para remoção dos resíduos. Ao longo de todo o trajeto, serão disponibilizadas 20 caixas metálicas de 1.200 litros e 300 contêineres de 240 litros para facilitar o descarte correto dos resíduos. A Meia Maratona terá largada na Praia do Leblon e chegada no Aterro do Flamengo. Já a Maratona terá início e término no mesmo ponto, na Av. Infante Dom Henrique, no Aterro do Flamengo.

A Comlurb trabalhou ainda na pré-limpeza para as duas provas, desde a quarta-feira (15/6), preparando o circuito que será utilizado pelos corredores, com os seguintes serviços: varrição mecanizada e manual, capina, remoção de resíduos, roçada da capa vegetal, manutenção de canteiros e jardins, limpeza das caixas de ralo, remoção de pichações e de propaganda irregular, limpeza de placas de sinalização, manutenção e instalação de papeleiras, reparos em peças de mobiliário urbano, limpeza de resíduos flutuantes na região do Museu do Amanhã, na Praça Mauá, com catamarã.