Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Policiais civis da 16ª DP (Barra da Tijuca) interromperam, na noite desta quarta-feira, um sequestro-relâmpago que acontecia na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Durante a ação, um assaltante foi preso. De acordo com a delegada Adriana Belém, titular da unidade, Cristiano Carlos de Lima, de 35 anos, já tinha sete antecedentes criminais por roubo e um por extorsão. Evadido do sistema penitenciário, ele tem condenações que, somadas, chegam a 36 anos.

Um sequestro-relâmpago foi impedido na noite desta quarta-feira, dia 4, na orla da Barra, por policiais civis da 16ª DP que faziam uma ronda pela Avenida Lúcio Costa. A ação terminou com a prisão de Cristiano Carlos de Lima, 35 anos, que já possuía sete antecedentes criminais, com condenações de roubo e extorsão que, somadas, chegam a 36 anos de prisão.

Os agentes conseguiram prender o homem após estranharem a movimentação de um Audi preto, na altura do Posto 7. Ao abordar o veículo, apenas o ocupante do banco traseiro saiu do carro, um casal, que ocupava os assentos dianteiros não se mexeram. Assim, os policiais perceberem que eles estavam sob o poder do criminoso há mais de uma hora.

Antes disso, com a ajuda de um comparsa, Cleber Motta da Silva, 37 anos, que também possui sete passagens pela polícia, Cristiano já havia assaltado outro carro, onde estavam pai e filho. Este carro foi recuperado no Recreio dos Bandeirantes. Cleber segue foragido.