Fone: (21) 2042-2955 -  redacao@jornaldabarra.com.br

Pin It

Os moradores e comerciantes da Península, na Barra da Tijuca, passam a ter à disposição uma nova unidade do Sérgio Franco Medicina Diagnóstica. O empreendimento está Instalado dentro do centro comercial na Avenida João Cabral de Melo Neto (CEO), vizinho ao residencial, e oferece um portfólio completo de exames de análises clínicas, anatomia patológica e testes genéticos.

Para o gerente médico do Sérgio Franco, Alberto Chebabo, o laboratório está sempre em busca de mais qualidade no atendimento. “Nosso centro diagnóstico é sinônimo de inovação e excelência no Rio de Janeiro, e com um corpo clínico altamente especializado, como mostra a nossa história. Além disso, integramos a Dasa, que nos aporta o que há de mais moderno em procedimentos e exames”, afirma.

O laboratório oferece um menu de exames genéticos, com a qualidade GeneOne, laboratório de genética que também integra a Dasa e que reúne o que há de mais completo e moderno em medicina genômica e de precisão. Os testes genéticos ajudam a prevenir e a investigar a predisposição hereditária do paciente a doenças raras, com foco em cardiogenética, oncogenética, neurogenética e reprodução humana.

Por exemplo, o Sérgio Franco disponibiliza às gestantes e mamães exames modernos como o de sexagem fetal e o babygenes – teste do pezinho de triagem neonatal que utiliza a tecnologia de sequenciamento genético para identificar 106 genes e mais de 60 doenças.

“Sabemos o quanto a chegada de uma criança é um momento especial e desejado, mas que também traz muitas incertezas e inseguranças. Os exames genéticos atuam como ferramentas de precisão fundamentais, pois proporcionam mais tranquilidade e preparam os pais para lidar com possíveis condições do bebê”, completa Chebabo.

As crianças também recebem um atendimento diferenciado no Sérgio Franco. O laboratório desenvolveu um espaço dedicado ao público infantil, todo decorado com a turma do Scooby-Doo, oferecendo uma experiência mais tranquila na hora da coleta. Não é só o ambiente que pode ajudar a amenizar a tensão de encarar a agulha. Segundo a diretora médica do Sérgio Franco, Mônica Freire, a técnica utilizada e uma equipe experiente e bem treinada são fundamentais para tornar o momento da coleta pediátrica mais agradável.

"A coleta em crianças exige mais habilidade do profissional, que precisa ser altamente capacitado, ganhar a confiança dos pequenos e lidar com a ansiedade deles. Os equipamentos utilizados são diferenciados, como tubos de volume menores que reduzem a quantidade de sangue retirado, além de agulhas próprias para os vasos sanguíneos das crianças, mais estreitos e frágeis. Tudo isso cria uma experiência mais confortável para os pequenos", afirma a médica.

Agendamento Online

Os pacientes do Sérgio Franco também contam com o agendamento online de exames no www.agendadigital.sergiofranco.com.br. Com este serviço, o paciente chega à unidade da Península e recebe atendimento prioritário