0
0
0
s2smodern

Única empresa de marketplace de aviação executiva no Brasil. É assim que a Flapper traduz a sua filosofia em seus serviços de compartilhamento de viagens. Oferecendo voos compartilhados e fretados nos aeroportos de Jacarepaguá e Congonhas (São Paulo), a companhia permite que os passageiros voem pelo preço de assento de classe econômica Premium em aviões de táxi-aéreo e desfrute de voos sem complicações.

Todavia, o empreendedor polonês Paul Malicki e um dos fundadores da empresa, afirma que a proposta da Flapper não é focada apenas no preço das passagens, mas sim, na tentativa de conciliação do serviço de viagens executivas nos aeroportos do Brasil, sejam elas compartilhadas ou privadas: “enquanto nossa proposta de serviço não é focada apenas no preço, oferecemos um valor atrativo que inclusive ajuda a atrair um cidadão de classe média alta para um voo, e a ideia é sim aumentar a frequência desses voos com o tempo”.

Desde então, para viabilizar a ideia do sistema de transporte áereo, a Flapper utiliza da plataforma de aplicativos para promover seus voos e tenta dinamizar o mercado para outros aeroportos: “a ideia da Flapper surgiu como uma resposta pela falta de serviços de primeira classe doméstica no Brasil e na falta de conexão entre aeroportos pequenos no Sudeste. Hoje, o Brasil conta com mais de 2450 aeroportos e entre eles, a ligação sistemática existe apenas entre cento e vinte dois. E quando se trata de um país de grande potencial, com bastantes clientes com alto poder aquisitivo, há uma falta de suporte nesses serviços de taxi aéreo e voos compartilhados”, afirma Paul.

Com dois anos de duração e tendo sua proposta iniciada no período das Olimpíadas de 2016, com boa parte das competições acontecidas na Barra, a empresa escolheu o Aeroporto de Jacarepaguá para sediar essa experiência da aviação privada no Rio de Janeiro. Dessa forma, de acordo com Malicki, os moradores da região são os que utilizam com mais frequência o serviço: “pesquisamos e vimos que nessa região, existem mais de três milhões de pessoas aqui e muito deles voam com frequência com a Flapper”.

Além do táxi-aéreo, a empresa oferece viagens através dos helicópteros, que sobrevoam com maior frequência para São Paulo. Contudo, a Flapper em abril disponibilizou para os seus clientes os voos regionais, como Angra dos Reis e Búzios, sendo incialmente aos feriados. Mas segundo Malicki, a expectativa é que possam ser disponíveis por todo o fim de semana, a fim de que se tenha uma maior quantidade de viagens devido ao custo benefício: “no início, desejamos lançar esses voos apenas aos feriados, sendo que alguns deles não ficaram muitos cheios, mas o último ficou completo. Dessa forma, nossa expectativa é continuar esses voos nos feriados até o mês de setembro, depois lançaremos o serviço semanal, ou seja, cada fim de semana um voo para Búzios com um preço até mais acessível e criando mais uma rota na Flapper”.